Adruzilo venceu o Motorshow

Out 9, 2012

Adruzilo Lopes venceu o Motorshow Porto 2012, evento que integra o Salão Autoclássico que decorreu durante três dias na Exponor, que contou com Stig Blomqvist como convidado internacional a encabeçar uma lista de cerca de 70 participantes.

O piloto de Vizela sucede assim a Ricardo Teodósio na conquista do “capacete”, troféu simbolicamente atribuído ao vencedor da competição. Com uma pista mais uma vez pensada para o espectáculo, este ano montada no Pavilhão 6, o Motorshow Porto contou novamente com mais de 30.000 visitantes. Segundo Pedro Ortigão, da XIKANE, “É muito gratificante para nós que, num ano de forte crise económica, o número de visitantes tenha sido praticamente igual ao da edição do ano passado. Temos feito um grande esforço por fazer mais e melhor, e penso que o Motorshow Porto deu mais um passo em frente neste seu 10º aniversário. Sempre assumimos o Motorshow como uma festa dos pilotos feita para o público, sendo com esse foco que continuaremos a trabalhar. Pena que este ano tenha coincidido com outras provas que dividiram adeptos e equipas mas, da nossa parte, estamos desde já em condições de anunciar que o Motorshow Porto do próximo ano será nos dias 4, 5 e 6 de Outubro, data que já mantemos há dez anos!”

Relativamente ao Troféu Piloto Motorshow, Vitor Pascoal com o Mitsubishi Lancer Evo VII esteve em destaque nas mangas de qualificação, ao estabelecer a melhor marca em 51,707s, que representou 0,176s melhor que Pedro Leal e 1,262s melhor que Stig Blomqvist.

Nas duas finais disputadas na tarde de de Domingo foi Pedro Leal quem brilhou ao efectuar o record absoluto da pista em 49,894s na frente de Stig Blomqvist (51,813s) e Adruzilo Lopes (52,048s). Chegados à finalíssima que decidia o vencedor, os pilotos tinham a novidade do percurso ser composto por duas voltas consecutivas. Aí, Adruzilo Lopes “puxou dos galões” e levou a melhor sobre toda a gente. “Fui convidado pela organização e como tal o meu papel nos treinos e qualificação foi dar espectáculo, chegados às finais foi tempo de me aplicar e dar o meu melhor” explicava o ex-campeão nacional de ralis.

Pedro Leal teve de se contentar com o 2º lugar depois de ter estado muito perto de vencer. “Teria ficado mais contente se tivesse ganho, mas perder para um piloto como o Adruzilo Lopes não me causa incómodo. Ele conseguiu um triunfo merecido,” afirmou Pedro Leal no final. Stig Blomqvist conseguiu o derradeiro lugar do pódio. A destreza do sueco de 66 anos ao volante do Mitsubishi Lancer Evo X impressionou e deu luta aos pilotos portugueses. No final, Stig afirmava que “foi bom regressar a Portugal de onde tenho boas memórias, apesar dos resultados nunca terem sido bons. Foi divertido estar em pista a lutar com estes rapazes.” Vitor Pascoal resignou-se com o 4º lugar, afirmando “na finalíssima dei o máximo e fiz duas voltas perfeitas, só que o meu Evo VII não chegou para os Evo X.”

Hélder Silva, com um BMW 323i, surpreendeu o pelotão dos carros de duas rodas motrizes ao efectuar uma finalíssima muito eficiente, e Mariana Carvalho venceu entre as senhoras. Ao longo de três dias o piso escorregadio da Exponor permitiu grandes aplausos aos pilotos e, ao contrário do que se possa pensar, os 4×4 nem sempre levaram vantagem, pois foram vários a não conseguir chegar até à fase decisiva.

Classificação final:
1º Adruzilo Lopes – Mitsubishi Lancer Evo X – 1m39,545s
2º Pedro Leal – Mitsubishi Lancer Evo X – 1m40,019s
3º Stig Blomqvist – Mitsubishi Lancer Evo X – 1m40,134s
4º Vitor Pascoal – Mitsubishi Lancer Evo VII – 1m40,916s
5º Hélder Silva – BMW 323i – 1m43,191s
6º João Sousa – Peugeot 306 Maxi – 1m44,596s
7º Tiago Moreira – Citroen AX Proto 1 – 1m44,856s
8º Sérgio Paiva – Peugeot 106 GTi – 1m48,275s
9º Daniel Figueiroa Garcia – BMW 2002 Ti – 1m53,014s
10º Mariana Carvalho – Peugeot 206 GTI – 1m53,419s
(…)

 

 

    Deixar Resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


    *

    Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>