César Campaniço e Carlos Vieira festejam títulos com vitória em Jarama

Out 27, 2012

A primeira corrida da última jornada do Campeonato de Portugal de Circuitos | Iberian Supercars Trophy decorreu esta tarde no traçado espanhol de Jarama. César Campaniço/Carlos Vieira (Audi R8) venceram a corrida e sagraram-se virtuais Campeões em ambos os Campeonatos depois de os seus principais adversários na luta pelo título, Patrick Cunha/José Ramos (Lamborghini Gallardo) não terem alinhado nesta jornada.

Na ‘pole position’ para este primeiro confronto do fim-de-semana estava o Ferrari de João Figueiredo/Guido Alessandro seguidos de Campaniço/Vieira em segundo e do Mercedes de José Pedro Fontes/Miguel Barbosa em terceiro. No arranque Guido Alessandro ao volante segurou a primeira posição enquanto que Miguel Barbosa assumia a segunda posição deixando para trás César Campaniço que viria algumas voltas depois a recuperar a posição. Alessandro criou um fosso de 19 segundos face a Campaniço que depois de passar Barbosa pouco conseguiu fazer para anular essa diferença. António Cabral na GTCup teve uma saída de pista logo na primeira volta enquanto que Luis Reis/Carina Lima (Ferrari 430) não chegaram sequer a alinhar depois de problemas de transmissão na sua máquina. Na GT4 Fábio Mota/Mauro Marques (Aston Masrtin) lideravam a classe confortavelmente.

Depois da troca obrigatória de pilotos e cumpridos os ‘handicaps’, João Figueiredo (Ferrari 430) estava na frente mas Carlos Vieira no Audi dava início a uma recuperação notável até conseguir, quase de forma improvável, assumir a liderança e cruza a linha de meta no primeiro lugar relegando Figueiredo para o segundo posto e José Pedro Fontes agora ao volante do Mercedes para terceiro. Luís Silva (Mercedes) viria a garantir o quarto lugar depois Miguel Castro/António Ricciardi (Porsche) cumprirem os 15 segundos de penalização e caírem para o quinto lugar. Fábio Mota/Mauro Marques mantiveram a sexta posição da geral, primeiros entre os GT4. Os irmãos Cabral (Porsche) já Campeões da classe GTCup não tiveram adversários em pista, ficando com o primeiro lugar, sétimo da geral. Miguel Ferreira/Francisco Carvalho (Aston Martin) foram segundo nos GT4 e oitavos da geral.

No final César Campaniço e Carlos Vieira estavam felizes pela vitória mas também pela conquista dos ceptros: “Não esperávamos conseguir ganhar mas acaba por ser uma vitória saborosa que justifica o título conquistado. Não fizemos um bom arranque e isso fez-nos perder tempo. Mas o carro estava muito bom e o Carlos conseguiu ser bastante rápido, graças à performance do Audi e ao trabalho de toda a equipa técnica, e passou para a frente. Estamos muito contentes”, disse César Campaniço.

João Pedro Figueiredo teria de se contentar com o segundo lugar depois de ter liderado quase toda a corrida: “O Guido fez um trabalho notável na primeira parte da corrida mas quando eu peguei no carro ele já estava desgastado, sem aderência e com a traseira instável. O Audi estava muito forte e acabou por ganhar terreno e passar para o comando”, explicou Figueiredo.

José Pedro Fontes e Miguel Barbosa viram-se conformados com o terceiro lugar depois dos 15 segundo de ‘handicap’ nas boxes: “Com a penalização que tínhamos o terceiro lugar foi o resultado possível. Preocupámo-nos em terminar a corrida dentro de um ritmo normal sem exageros”, referiu Fontes.

Para a segunda corrida a ‘pole position’ está destinada a César Campaniço/Carlos Vieira.

Resultados da Corrida
1º Campaniço/Vieira – Audi R8 – GT3
2º Figueiredo/Alessandro – Ferrari 430 – GT2
3º Fontes/Barbosa – Mercedes SLS – GT3
4º Luís Silva – Mercedes SLS – GT3
8º Castro/Ricciardi – Porsche 996 – GT2
6º Mota/Marques – Aston Martin – GT4
5º Cabral/Cabral – Porsche GT3 – GTCup
7º Ferreira/Carvalho – Aston Martin – GT4

 

A primeira corrida da última jornada do Campeonato de Portugal de Circuitos | Iberian Supercars Trophy decorreu esta tarde no traçado espanhol de Jarama. César Campaniço/Carlos Vieira (Audi R8) venceram a corrida e sagraram-se virtuais Campeões em ambos os Campeonatos depois de os seus principais adversários na luta pelo título, Patrick Cunha/José Ramos (Lamborghini Gallardo) não terem alinhado nesta jornada.

 

Na ‘pole position’ para este primeiro confronto do fim-de-semana estava o Ferrari de João Figueiredo/Guido Alessandro seguidos de Campaniço/Vieira em segundo e do Mercedes de José Pedro Fontes/Miguel Barbosa em terceiro. No arranque Guido Alessandro ao volante segurou a primeira posição enquanto que Miguel Barbosa assumia a segunda posição deixando para trás César Campaniço que viria algumas voltas depois a recuperar a posição. Alessandro criou um fosso de 19 segundos face a Campaniço que depois de passar Barbosa pouco conseguiu fazer para anular essa diferença. António Cabral na GTCup teve uma saída de pista logo na primeira volta enquanto que Luis Reis/Carina Lima (Ferrari 430) não chegaram sequer a alinhar depois de problemas de transmissão na sua máquina. Na GT4 Fábio Mota/Mauro Marques (Aston Masrtin) lideravam a classe confortavelmente.

 

Depois da troca obrigatória de pilotos e cumpridos os ‘handicaps’, João Figueiredo (Ferrari 430) estava na frente mas Carlos Vieira no Audi dava início a uma recuperação notável até conseguir, quase de forma improvável, assumir a liderança e cruza a linha de meta no primeiro lugar relegando Figueiredo para o segundo posto e José Pedro Fontes agora ao volante do Mercedes para terceiro. Luís Silva (Mercedes) viria a garantir o quarto lugar depois Miguel Castro/António Ricciardi (Porsche) cumprirem os 15 segundos de penalização e caírem para o quinto lugar. Fábio Mota/Mauro Marques mantiveram a sexta posição da geral, primeiros entre os GT4. Os irmãos Cabral (Porsche) já Campeões da classe GTCup não tiveram adversários em pista, ficando com o primeiro lugar, sétimo da geral. Miguel Ferreira/Francisco Carvalho (Aston Martin) foram segundo nos GT4 e oitavos da geral.

 

No final César Campaniço e Carlos Vieira estavam felizes pela vitória mas também pela conquista dos ceptros: “Não esperávamos conseguir ganhar mas acaba por ser uma vitória saborosa que justifica o título conquistado. Não fizemos um bom arranque e isso fez-nos perder tempo. Mas o carro estava muito bom e o Carlos conseguiu ser bastante rápido, graças à performance do Audi e ao trabalho de toda a equipa técnica, e passou para a frente. Estamos muito contentes”, disse César Campaniço.

 

João Pedro Figueiredo teria de se contentar com o segundo lugar depois de ter liderado quase toda a corrida: “O Guido fez um trabalho notável na primeira parte da corrida mas quando eu peguei no carro ele já estava desgastado, sem aderência e com a traseira instável. O Audi estava muito forte e acabou por ganhar terreno e passar para o comando”, explicou Figueiredo.

 

José Pedro Fontes e Miguel Barbosa viram-se conformados com o terceiro lugar depois dos 15 segundo de ‘handicap’ nas boxes: “Com a penalização que tínhamos o terceiro lugar foi o resultado possível. Preocupámo-nos em terminar a corrida dentro de um ritmo normal sem exageros”, referiu Fontes.

 

Para a segunda corrida a ‘pole position’ está destinada a César Campaniço/Carlos Vieira.

 

Resultados da Corrida

1º Campaniço/Vieira – Audi R8 – GT3

2º Figueiredo/Alessandro – Ferrari 430 – GT2

3º Fontes/Barbosa – Mercedes SLS – GT3

4º Luís Silva – Mercedes SLS – GT3

8º Castro/Ricciardi – Porsche 996 – GT2

6º Mota/Marques – Aston Martin – GT4

5º Cabral/Cabral – Porsche GT3 – GTCup

7º Ferreira/Carvalho – Aston Martin – GT4

 

    Deixar Resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


    *

    Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>