Naturalmente Moura!

Out 20, 2012

Ricardo Moura foi o lógico vencedor do Rali de Mortágua, vencendo todos os troços. Miguel Barbosa foi segundo e Ivo Nogueira venceu no CPR2 terminando no último lugar do pódio. Daniel Nunes foi o melhor na TPR e no Regional Centro.

Num rali que de espectacular e interessante nada teve – e bem menos público a assistir do que em anteriores edições -, pois para além do pequeno número de concorrentes – apenas 10 no CPR – estes quase se limitaram a “encaixar” nos “seus” lugares na tabela classificativa, Ricardo Moura “passeou” a sua superioridade e “deu” o título também ao seu co-piloto António Costa.

Conquistámos mais um objectivo. Foi um ano excelente onde eu, o Ricardo e a ARC Sport demonstrámos uma perfeita sintonia. Este triunfo significa muito para mim, acabando por ser o realizar de muitos sonhos. Quero agradecer ao Ricardo Moura e à ARC Sport pelo excelente trabalho que fizeram. Venham os próximos ralis”, afirmou António Costa.

Fechámos o campeonato com chave de ouro. Este foi um rali imaculado. Fomos rápidos, não cometemos erros e gerimos o andamento conforme o estado dos pisos. Esta foi uma prova excelente, até porque o António Costa alcançou também os títulos de navegador que tanto desejava. Nós e a ARC Sport estamos muito satisfeitos e felizes por termos alcançado a pontuação máxima no Campeonato de Portugal de Ralis”, declarou Ricardo Moura.

Com Pedro Meireles a ver o Subaru Impreza R4 parar sem motivo aparente – “Não foi o rali que esperava devido às complicações sentidas na segunda especial do dia, que nos tirou bastante ânimo para o resto da prova. Para nós o Subaru era totalmente novo. Um carro muito bom, mas que requer habituação. Nos troços da tarde já andámos melhor e até acabei por me divertir” disse Pedro Meireles -, Miguel Barbosa foi o mais que natural segundo classificado e com isso conseguiu o vice-título, extensivo ao seu conceituado co-piloto Justino Reis.

No CPR2, com Pedro Leal a ter que recorrer ao pouco competitivo Peugeot 206 GTI, logo arredado de qualquer possibilidade de lutar com os melhores, Ivo Nogueira liderou todo o rali, alcançando desde já o título neste campeonato reservado aos 2 Rodas Motrizes.

O rali correu de forma perfeita. Procurámos ganhar vantagem de manhã, numa altura em que as especiais estavam mais escorregadias, para podermos gerir a vantagem da parte da tarde. Foi isso que fizemos com total eficácia. Evitámos também correr riscos desnecessários e saímos daqui com o principal objectivo da temporada cumprido, que era conquistar o título das duas rodas motrizes. Sabíamos que não dependiamos só de nós para fechar já as contas do título, mas a conjugação de resultados foi-nos favorável. Mais uma vez o carro esteve impecável, tal como aconteceu ao longo da temporada. Quero ainda agradecer a toda a equipa e aos meus patrocinadores, e em especial ao Vítor Hugo e ao Nuno Rodrigues da silva que foram os meus navegadores este ano”, referiu o novo campeão do CPR2.

João Silva foi melhorando troço a troço, e acabou a apenas 5 segundos do piloto do DS3. “O balanço até é positivo, pois não perdemos nada nesta prova. Quando forçava o andamento fiquei sem travões, acabando por fazer dois troços sem qualquer hipótese de vencer. Ainda tive esperança de recuperar, mas o tempo perdido tinha sido demasiado. Quero dar os meus parabéns ao Ivo Nogueira, que acaba por ser um justo sucessor no CPR2”, afirmou João Silva.

Num rali onde ninguém precisou de correr grandes riscos, todos os pilotos terminaram a prova! A pergunta que agora se impõe: Com os títulos já atribuídos, quantos irão ao Algarve?

Na TPR, Daniel Nunes foi o melhor, vencendo também no Regional Centro onde é desde já campeão, mas ao conseguir o terceiro lugar, Vítor Pascoal acabou por se sagrar vencedor da TPR 2012. Nesta competição, destaque para Raul Aguiar, praticamente a correr em casa, juntamente com Daniel Nunes, sem dúvida dos mais espectaculares a passar, conseguindo uma boa 2ª posição na Taça.

E assim terminou a penúltimo rali do CPR 2012, prova onde estivemos presentes, mas da qual apenas trouxemos como recordação positiva o convívio e o almoço (que por unanimidade do grupo se sobrepôs à ida a mais uma especial).

Classificações

 

 

    Deixar Resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


    *

    Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>