Tudo está bem quando acaba bem!

Out 13, 2012

Miguel Nunes encerrou a temporada de 2012 e a sua carreira automobilística com uma vitória. O piloto do Mitsubishi Lancer Evo X dominou de início a fim o Rali do Faial, a última prova do regional de ralis, não dando qualquer hipótese aos seus mais opositores. Mesmo com o título absoluto no “bolso” e apenas tendo como obrigação terminar a prova para conquistar o título de campeão do Grupo N, o mais novo dos irmãos Nunes não baixou o ritmo e acabou por vencer a prova organizada pelo Clube Automobilístico 100 à Hora da Madeira com uma vantagem de quase 6 segundos sobre o segundo classificado. Esse mesmo posto ficou para o seu irmão António, este que voltou a rubricar mais uma excelente prestação, embora sem conseguir incomodar constantemente o vencedor. Na primeira secção da prova um pequeno furo e uma fuga numa bomba de travão acabaram por fazer o piloto do Mitsubishi Lancer Evo X perder preciosos segundos para os seus adversários, não os conseguindo recuperar nas restantes especiais. João Magalhães levou o seu Mitsubishi ao último lugar do pódio, embora sem nunca conseguir acompanhar de perto o andamento dos dois primeiros classificados, o que acabou por retirar algum brilho à prova. 21,8 segundos separaram o veterano piloto do segundo lugar e 27,7 segundos do primeiro posto. Duarte Ramos voltou a alcançar mais um quarto posto e, podemos dizer com toda a certeza, que a prova para o piloto da Ponta do Sol começou hoje. Ontem a prestação na super-especial foi “desastrosa” dai que o dia de hoje se tenha resumido a recuperar algum do tempo perdido. André Silva levou o Citroën C2 ao quinto posto da geral e à vitória no Troféu Eng.º Rafael Costa, embora este mesmo triunfo não tenha sido suficiente para impedir que o ceptro de campeão fosse parar às mãos de Filipe Pires. Ainda assim de registar o excelente andamento imprimido pelo jovem piloto ao longo de toda a prova, que lhe valeu o título de campeão júnior, que foi acompanhado de perto por Ana Sofia Correia em outro Citroën C2. A jovem piloto esteve irrepreensível e só um problema na direção da sua viatura a fez perder alguma concentração. No cômputo geral esteve em bom plano, conseguiu acompanhar sempre de perto o seu principal opositor, e a diferença de 8,4 segundos acaba por ser mínima se tivermos em grau de comparação a experiencia de ambos aos comandos destas viaturas. Isabel Ramos levou o Renault Clio R3 ao sétimo posto da geral, embora no Faial não tenha imprimido um andamento tão bom quanto o que foi possível ver nos últimos ralis. Filipe Pires foi o oitavo classificado e sai do Faial com três títulos na “bagageira”. O título de campeão no Agrupamento de Turismo (Grupo A), na classe 1600 e por último no Troféu Eng.º Rafael Costa deixam o piloto do Citroën C2 satisfeitíssimo, embora esta última prova tenha sido feita a “meio gás”. Fecharam o Top 10 Bruno Fernandes, que fez como habitualmente uma prova isenta de erros e com um ritmo bastante rápido aos comandos do Toyota Yaris, e Marco Nóbrega que fechou a temporada de 2012 com mais uma vitória no Troféu Yaris Ecobasalto. No que diz respeito ao Open, Francisco Tavares foi o vencedor aos comandos do Toyota Corolla AE86, depois de ter sido “ameaçado” por Roberto Martins em Citroën Saxo. Termina assim o Campeonato de Ralis “Coral”, que não tem ainda nada definido para o seu futuro.

Resultados: http://www.amaweb.pt/2012/ralidofaial/

Nuno Abreu – RalisMadeira.com

 

 

    Deixar Resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


    *

    Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>