Mais de três centenas de equipas em Portalegre

Nov 2, 2012

Mais de 300 inscritos na 26ª edição da Baja Portalegre 500, prova válida para as Taças do Mundo de Todo o Terreno em Carros e Motos, é um número que comprova que a competição alentejana continua a representar uma verdadeira referência para a modalidade em termos nacionais e internacionais.

Em automóveis, nada menos do que 74 equipas inscritas: deste total, 36 equipas irão participar na prova FIA, estando as restantes 38 presentes nas competições nacionais, 11 na prova nacional e 27 no evento nacional.

Referência para os nomes de Miroslav Zapletal, que vem a Portalegre tentar a subida ao segundo lugar da Taça do Mundo FIA de Ralis de Todo o Terreno, com o seu Hummer 3 Evo – carro idêntico ao do checo Zdenek Porizek, também inscrito – do russo Vladimir Vasilyev com um Mini All4racing, do regresso de Boris Gadasin, aos comandos do G-Force Proto, do húngaro Erik Korda, com a sua competitiva Toyota Hilux Overdrive.

Face a estes pilotos, estarão presentes os melhores valores nacionais, entre os quais o campeão da especialidade, Miguel Barbosa, que acabou de revalidar o seu título em Idanha-a-Nova.

MOTOS EM GRANDE

A Baja Portalegre 500 é também um grande cartaz do motociclismo nacional e internacional e a prova disso reside nos 233 pilotos inscritos nas diversas categorias, em que estarão presentes os melhores valores portugueses frente a alguns bons nomes estrangeiros que vão tentar desafiar a superioridade lusa nas últimas edições.

Os 233 inscritos estão divididos pelas seguintes categorias:

Motos FIM: 101; Quads: 54; UTV/Buggy: 33; Classic Baja: 6; Troféu Honda XR: 16; Maxi Baja: 13; Troféu ACP Moto 50: 3; Ladies Baja: 2; Troféu Buggy ACP X-Adventure: 5

Com a Taça do Mundo FIM de Bajas resolvida a favor do piloto de San Marino Alessandro Zanotti na categoria até 450cc e do italiano Manuel Lucchese na classe acima dessa cilindrada, apenas está em aberto a vitória na categoria Junior onde, em caso de vitória, o espanhol Gilbert Escale ainda pode sonhar com o triunfo, uma vez que Lucchese não se inscreveu para Portalegre.

Mas o interesse maior no setor das duas rodas prende-se com a discussão dos principais títulos nacionais, para os quais a prova alentejana vai ser decisiva. Em termos absolutos, Luis Ferreira (Husqvarna) lidera com 84 pontos e Mário Patrão (Suzuki) é segundo, com 80, mas o primeiro não poderá estar presente na prova, pelo que Patrão depende apenas dele próprio para chegar ao título.

Também na categoria TT2 está tudo em aberto: Paulo Felícia (Husqvarna) e Mário Patrão surgem ambos com 80 pontos à partida de Portalegre.

No Troféu Nacional TT Open, Gonçalo Oliveira (Suzuki) comanda com 90 pontos, enquanto Rui Ventura (Yamaha) é segundo, com 83, indo ambos discutir o título na última prova do calendário.

Nos Quads, Roberto Borrego (Yamaha) já é campeão, mas na categoria de Quads Stock, Rui Cascalho (Yamaha), com 94 pontos, e André Carita (Suzuki), com 91, têm tudo em aberto.

Finalmente, nos UTV-Buggy, João Lopes/Bruno Santos (Polaris) comandam com 85 pontos, mas Jorge Monteiro (Polaris), com 69, ainda pode matematicamente chegar ao título.

Recorde-se que amanhã, sexta-feira, dia 2, se disputa o SSS1, na distância de 5,52km, a partir das 09h00 para as motos e das 14h30 para os carros.

 

 

    Deixar Resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


    *

    Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>